A dois

MOSCOU EM 3 DIAS

MOSCOU EM 3 DIAS

Principal cidade e capital da Rússia, Moscou é o local ideal para conhecer um pouco sobre os tempos vermelhos do período soviético. A cidade oferece cenários deslumbrantes e permite aos visitantes respirarem sua história por toda parte.

Mas nem só de história vive Moscou, a capital tem o maior número de milionários em todo o mundo de acordo com a Forbes, o que faz o tão “indesejado” (passado recente) capitalismo rolar solto.

Luxuosas e modernas construções contrastam com toda a tradição dos antigos prédios do período comunista, com destaque para a icônica Praça Vermelha.

 

DIA 1

Chegamos na cidade pela manhã e durante o percurso aeroporto – hotel vimos algumas construções da era comunista. Eram prédios mais parecidos com caixas cinzas, todos iguais, mas o cenário modificava, tornando-se cada vez mais luxuoso enquanto nos aproximávamos do centro de Moscou. Um contraste e tanto!

Ficamos hospedados no Ritz Carlton. O hotel esta localizado ao lado do Kremlin e as principais atrações da cidade. Deixamos nossas malas e fomos dar uma volta pela região.

Nossa primeira parada foi na Galeria Gum. O local vale a visita pela arquitetura suntuosa e toda sua história. Visitem, façam fotos legais, mas se forem comprar algo preparem os bolsos kkkk.

Uma pausa e registro clássico da Catedral de Moscou que fica mais linda ainda durante a noite. Voltamos pro nosso hotel e nos prepararmos para jantar num restaurante lindo da cidade, vista incrível e comida italiana maravilhosa (Buono).

DIA 2

Comamos café da manhã no hotel e seguimos pro nosso dia de turismo com a guia que o pessoal do Ritz nos indicou (infelizmente não me atentei a pegar o contato da guia, mas o tour foi feito em portunhol e o pacote tour 7 horas + entradas para o casal = 320 euros). Iniciamos nosso passeio no Kremlin onde ouvimos um pouco sobre a história do comunismo na Rússia e seguimos para a antiga residência de Katerina Grande, hoje, local onde o presidente Vlademir Putin toma suas principais decisões. Naquela região havia uma exposição de jóias antigas de Bvlgari, contando a história da marca e os primeiros modelos lançados.

Passamos por uma antiga residência de luxo de um dos governantes da cidade, atual mercado Eliseevsky Store e outros locais como: Dormition Cathedral (fica no Kremlin ) que conta um pouco sobre a arte russa, Teatro Bolshoi e terminamos nosso tour no metrô, SIM, os metrôs de Moscow são verdadeiras galerias de arte construídos a pedido de Stalin e fazem parte dos pontos turísticos da cidade.

Encerramos nosso dia com um almoço quase jantar no Café Pushkin e pedi o prato degustação da culinária Russa.

Voltamos pro hotel para descansar do tour de 7 horas e saímos pra jantar no White Rabbit.

Praça Vermelha: É um dos principais pontos turísticos de Moscou. Palco dos tradicionais desfiles militares, é considerada pela UNESCO um Patrimônio Histórico da humanidade e separa a cidade real, chamado Kremlin, do bairro histórico Kitay-gorod.

Praça Vermelha: É um dos principais pontos turísticos de Moscou. Palco dos tradicionais desfiles militares, é considerada pela UNESCO um Patrimônio Histórico da humanidade e separa a cidade real, chamado Kremlin, do bairro histórico Kitay-gorod.

Eliseevsky Store: Situado no centro histórico de Moscou, o mercado foi construído a pedido do secretário de estado no final do século 18 para ser um palácio para sua esposa. Após sua morte o local virou um salão literário. No final do século 19 foi comprado por um milionário de São Petersburgo e transformado num mercado luxuoso conhecido como o “centro da gula.

Eliseevsky Store: Situado no centro histórico de Moscou, o mercado foi construído a pedido do secretário de estado no final do século 18 para ser um palácio para sua esposa. Após sua morte o local virou um salão literário. No final do século 19 foi comprado por um milionário de São Petersburgo e transformado num mercado luxuoso conhecido como o “centro da gula.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Kremlin: Abriga a residência oficial do presidente e é composto por cinco palácios e quatro catedrais.

Kremlin: Abriga a residência oficial do presidente e é composto por cinco palácios e quatro catedrais.

 

Exposição Bvulgari: Ocupando dois prédios no Kremlin, a exposição conta com 511 peças em seu acervo e celebra a feminilidade.

EXPOSIÇÃO BVULGARI: Ocupando dois prédios no Kremlin, a exposição conta com 511 peças em seu acervo e celebra a feminilidade.

Exposição Bvulgari: Os clássicos relógios Bvlgari.

EXPOSIÇÃO BVULGARI: Os clássicos relógios Bvlgari.

 

Dormition Cathedral: Catedral da Dormição, também conhecida como a Catedral da Assunção. É a igreja mais antiga do Kremlin.

DORMITION CATHEDRAL: Catedral da Dormição, também conhecida como a Catedral da Assunção. É a igreja mais antiga do Kremlin.

A torre, ‘Ivan, o Grande Campanário’: Construído em 1508, foi criada para servir às três catedrais ao seu redor. A torre abriga um dos maiores sinos do mundo, além de outros que foram usados como alarme durante os ataque a cidade.

A TORRE, ‘IVAN, O GRANDE CAMPANÁRIO’: Construído em 1508, foi criada para servir às três catedrais ao seu redor. A torre abriga um dos maiores sinos do mundo, além de outros que foram usados como alarme durante os ataque a cidade.

 

TEATRO BOLSHOI: Sede da Academia de Balé Bolshoi, uma das mais antigas e importantes companhias de dança do mundo. Tem um estilo único do classicismo russo e é um importante ponto turístico de Moscou. É possível comprar bilhetes na internet, ou direto no site do Teatro.

TEATRO BOLSHOI: Sede da Academia de Balé Bolshoi, uma das mais antigas e importantes companhias de dança do mundo. Tem um estilo único do classicismo russo e é um importante ponto turístico de Moscou. É possível comprar bilhetes na internet, ou direto no site do Teatro.

METRÔ: Inaugurado em maio de 1935, durante o período do governo de Stalin, as estações de metrô em Moscou são uma atração turística. Consideradas as mais bonitas do mundo, se parecem mais com museus ou galerias de arte do que estações. Por conta do luxo ficaram conhecidas por Palácio Subterrâneo.

METRÔ: Inaugurado em maio de 1935, durante o período do governo de Stalin, as estações de metrô em Moscou são uma atração turística. Consideradas as mais bonitas do mundo, se parecem mais com museus ou galerias de arte do que estações. Por conta do luxo ficaram conhecidas por Palácio Subterrâneo.

 

Dia 3

Museu Armoury e passeio pelas ruas da cidade, jantar no Nobu Moscow.

Museu Armoury: O acervo é enorme e luxuoso como tudo na Rússia, pura ostentação! Entre muitos objetos expostos estavam os famosos ovos Fabergè com suas surpresas dentro. Além disso encontramos coroas de Czares famosos como Ivan III, carruagens como a da Czarina Catarina e suas roupas da época.

MUSEU ARMOURY: O acervo é enorme e luxuoso como tudo na Rússia, pura ostentação! Entre muitos objetos expostos estavam os famosos ovos Fabergè com suas surpresas dentro. Além disso encontramos coroas de Czares famosos como Ivan III, carruagens como a da Czarina Catarina e suas roupas da época.

Compras pelo centro da cidade.

Compras pelo centro da cidade.

 

 

 

Dia 4

Tomamos café da manhã no hotel e hora de voltar pra casa!

Obrigada Moscou, amamos!

 

DICAS DE RESTAURANTES EM MOSCOU

BUONO $$$$

Restaurante italiano com uma vista linda pra cidade. Localizado no antigo Hotel Ukraina.

CAFE PUSHKIN $$$

O café inteiro é um show além da culinária. A sala de jantar do primeiro andar está decorada como uma farmácia do século XIX e a do segundo, como uma biblioteca palaciana antiga em homenagem ao poeta Aleksandr Pushkin.

Escolhemos o prato chamado menu degustação.

WHITE RABBIT $$$$

23º lugar entre os 50 melhores restaurantes do mundo. Reserve com antecedência para obter a vista panorâmica.

ZUMA $$$$

Cozinha Oriental.

Até o próximo destino!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *